Blog
  • Página Inicial
07
04
2016

Como evitar o catabolismo muscular

Por: Nad'arte 0

O catabolismo muscular é um dos grandes vilões para quem deseja aumentar a massa muscular. O motivo é simples: o catabolismo muscular dificulta o ganho de músculos, pois utiliza a proteína muscular para fornecer energia ao organismo. Além de colaborar para causar o enfraquecimento da musculatura já existente, propiciando um risco maior de lesões. Certamente saber evitar o catabolismo muscular é um dos segredos para desenvolver músculos fortes e saudáveis.

Confira algumas dicas de como evitar que o catabolismo prejudique os seus resultados dos seus treinos e a longo prazo, da sua saúde.

  • Não fique longos períodos de tempo sem se alimentar

O cuidado com a alimentação é o fator principal para evitar o catabolismo muscular. Procure se alimentar de três em três horas, pois caso ocorra a falta de nutrientes necessários, o organismo irá recorrer ao tecido muscular para obter energia. Mantendo uma boa alimentação e suplementação adequada as suas atividades físicas você já estará com metade do caminho andado.

 

  • Evite a prática de exercícios em excesso (Overtraining)

Treine com intensidade, mas não exagere na duração dos treinos. O excesso de duração nos exercícios, por exigir demais do organismo, pode resultar no catabolismo muscular e, além disso, deixar seu corpo cansado e seu sistema imunológico abatido, ficando mais suscetível a doenças e com pouca energia para treinar.

 

  • Aumente o consumo de vitamina C

A vitamina C é uma grande aliada no combate ao catabolismo muscular, pois ela diminui os níveis de cortisol no sangue, acelerando a recuperação muscular e minimizando os riscos de catabolismo muscular. Além disso, aumenta os níveis de testosterona no corpo. (hormônio chave para o crescimento muscular).

Outro benefício da vitamina C é o auxilio no sistema imunológico que pode ficar debilitado quando o organismo entra em processo catabólico. Por isso, procure inserir alimentos ricos em vitamina C na sua dieta como brócolis, laranja, mamão e acerola.

 

  • Procure manter noites de sono regulares

Da mesma forma como o treino regular é importante, o sono de pelo menos 7/8 horas durante a noite é essencial para o seu organismo. Enquanto você dorme, os níveis de hormônio de crescimento, testosterona e IGF-I aumentam e os níveis de cortisol (hormônio relacionado ao estresse e uma das causas do catabolismo muscular) caem. Seja dormindo ou até mesmo descansando, você acaba permitindo que seu organismo se recupere do estado catabólico que o treino impôs.

 

Autor: Nad'arte

Comentário
0

Título